Esporte lamenta morte de Luciano do Valle

A quadra, o campo, o ring, a pista. Por estas brilhou Luciano do Valle, eterno narrador esportivo, que faleceu na tarde deste sábado enquanto viajava para Uberlândia para a narração de mais uma partida de futebol em sua extensa carreira.

Luciano do Valle é lembrado por muitos como "Luciano do Vôlei", devido a sua grande importância e influência no esporte. Através de uma nota oficial, o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, lamentou a morte do narrador: "Lamento profundamente a morte de Luciano do Valle e me solidarizo com os parentes e amigos do grande narrador. O jornalismo brasileiro, especialmente o jornalismo esportivo, fica empobrecido com essa perda."

Envolvido com o jornalismo esportivo desde a Copa do Mundo de 1970, Luciano do Valle participaria da equipe da Rede Bandeirantes na cobertura da Copa do Mundo deste ano. Ainda, foi pioneiro na cobertura de futebol americano e precursor da cobertura de NBA no Brasil.

COB emite nota de pesar e lamenta morte de Luciano do Valle
Neste sábado, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) emitiu uma nota de pesar por conta da morte de Luciano do Valle. O locutor esportivo estava a caminho de Uberlândia (MG), onde narraria Atlético-MG x Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, quando passou mal. De acordo com a nota omitida e assinada pelo presidente Carlos Arthur Nuzman, "Luciano do Valle foi uma personalidade fundamental na massificação do vôlei e do esporte olímpico no Brasil. O narrador foi um entusiasta de primeira hora, mesmo em uma época em que poucos apostavam no talento do atleta olímpico brasileiro". Luciano, que trabalhava na TV Bandeirantes, morreu aos 66 anos de idade.

CONFIRA A NOTA DO COB NA ÍNTEGRA:
"O Comitê Olímpico Brasileiro manifesta profundo pesar pelo falecimento do narrador esportivo Luciano do Valle, ocorrido neste sábado, dia 19 de abril de 2014. Luciano do Valle foi uma personalidade fundamental na massificação do vôlei e do esporte olímpico no Brasil. O narrador foi um entusiasta de primeira hora, mesmo em uma época em que poucos apostavam no talento do atleta olímpico brasileiro. Em 1983, a empresa comandada pelo narrador Luciano do Valle foi parceira da Confederação Brasileira de Voleibol na realização do amistoso entre as seleções masculinas de vôlei do Brasil e da União Soviética, no estádio do Maracanã, em um jogo que entrou para a história da modalidade. O Comitê Olímpico Brasileiro se solidariza aos familiares e amigos de Luciano do Valle, na certeza de que o seu trabalho pela valorização do esporte nacional ficará eternizado na história do Movimento Olímpico Brasileiro. Carlos Arthur Nuzman – Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro".

Galvão Bueno lamenta morte de Luciano do Valle
Outro grande nome da locução esportiva do Brasil, Galvão Bueno, lamentou a morte do amigo Luciano do Valle. "A televisão brasileira e a comunicação desse país ficam absolutamente mais pobres à partir de hoje, Luciano do Valle é um marco, uma bandeira, na transmissão esportiva da televisão brasileira", declarou Galvão em relato para TV Bandeirantes. Se nas transmissões eles brigavam por audiência, fora delas eram amigos, incusive chegaram a trabalhar juntos. "Eu aprendi muito com ele, nós trabalhamos juntos por mais de um ano na Globo e continuou essa disputa muito leal, que acabou nos transformando em amigos", finalizou Bueno. Ao longo de sua carreira, Luciano narrou inúmero momentos marcantes para o esporte, dente eles a partida de vôlei, entre Brasil e União Soviética, no Marcanã, a céu aberto, recorde absoluto de público do esporte.

Everton Costa volta aos gramados em seis meses

As perspectivas são boas, mas o atacante Everton Costa vai ficar longe dos gramados por seis meses. Após a partida deste sábado, o diretor do departamento médico do Vasco, Clóviz Munhoz, e o cardiologista Gustavo Gouvêa, que acompanha o caso do jogador, deram uma entrevista coletiva e explicaram a situação do jogador. "Ele deve ter alta na terça-feira. A expectativa é que, em correndo tudo bem nos exames, ele possa voltar as atividades em seis meses. Daqui a quatro semanas ele vai passar por uma nova ressonância magnética", disse Gustavo Gouvêa.

O especialista comentou também o que houve exatamente com o jogador, que chegou a ter convulsões no gramado de São Januário na partida de quarta-feira, contra o Resende. "O atleta teve uma arritmia e o seu coração ficou muito acelerado. Teve perda de consciência, mas levou choques para reverter. Fez ressonância magnética e foi constatada a miocardite, que é uma inflamação do músculo do coração", completou, explicando que uma gripe há algumas semanas pode ter causado o incidente. "Ele teve um quadro gripal há uma semana e provavelmente foi isso que causou. Um vírus inflamou o coração. A programação é, daqui para frente, repetir a ressonância daqui a quatro semanas e, se o quadro regredir, vamos começar a fazer um prognóstico de como prevenir novas inflamações", disse o médico.

Teliana Pereira e Paula Gonçalves perdem na Fed Cup

O Brasil não começou bem a disputa dos playoffs do Grupo Mundial II da Fed Cup. Neste sábado, Teliana Pereira e Paula Gonçalves perderam seus jogos em Catanduva e deixaram o país a uma derrota da eliminação. Caso isso aconteça, a equipe desperdiçará a oportunidade de voltar para a elite do tênis, algo que não acontece desde 1992.

Pela primeira vez, Teliana abriu um confronto da Fed Cup. E a pernambucana número um do Brasil acabou derrotada por Timea Bacsinszky, por 2 sets a 0, com duplo 6-3, em 1h22 de partida. No segundo jogo, Paula não conseguiu superar a número um da Suíça, Belinda Bencic. A tenista paulsita perdeu pelo mesmo placar da compatriota.

Agora, o Brasil precisa de três vitórias neste domingo. Teliana faz o primeiro jogo contra Bencic. Logo depois, Paula encara Bacsinszky. Se o país conquistar duas vitórias nas simples, será a vez das duplas. Neste caso, a pernambucana e a campineira vão enfrentar Victorija Golubic e Amra Sadikovic.

Federer e Wawrinka fazem a final em Monte Carlo

A primeira final suíça na história do Masters 1.000 de Monte Carlo valerá não só o título inédito do importante torneio como também a terceira posição no ranking da ATP. Neste sábado, o atual dono da posição, Stanislas Wawrinka, eliminou na semifinal o espanhol David Ferrer (6º), enquanto Roger Federer (4º) derrotou o sérvio Novak Djokovic (2º). A briga pelo troféu será às 10h (de Brasília) deste domingo.

Wawrinka foi o primeiro a se garantir em sua primeira final na carreira em Monte Carlo. Ele venceu Ferrer por 2 sets a 0, parciais de 6-1 e 7-6 (7-3). O suíço, que ganhou o Aberto da Austrália deste ano, nunca venceu um Masters 1.000. Se conseguir o inédito troféu, manterá a terceira posição no ranking - ano passado Wawrinka alcançou as quartas de final. O suíço já foi finalista em dois Masters 1.000: perdeu em 2013 para Rafael Nadal em Madri e em 2008 para Djokovic, em Roma.

Depois, Federer passou por Djokovic por 2 sets a 0, parciais de 7-5 e 6-2. O suíço chegou a sua quarta final em Monte Carlo. Em 2006, 2007 e 2008 foi derrotado por Nadal. Caso conquiste o inédito troféu, o ex-número um do mundo irá superar o compatriota no ranking da ATP.

Sesi elimina o Molico Osasco da Superliga Feminina

Um jogo épico! Essa frase resume o que foi o jogo entre Sesi e Molico/Osasco pela semifinal da Superliga Feminina de Vôlei. Após começar atrás e ver o Molico abrir 2 sets a 1 e ainda ter 3 match points no fim do quarto set, o Sesi mostrou uma vibração incrível e matou o jogo, em 3 sets a 2, com parciais de 19-21, 21-16, 8-21, 21-20 e 17-15. A destaque da partida foi a levantadora Dani Lins, que recebeu o troféu Viva Vôlei ao fim do jogo, além de Fabiana, responsável por 16 pontos da equipe. Pelo lado do Molico/Osasco, Sheilla foi a melhor em quadra, com incríveis 25 pontos. Agora, o Sesi viaja ao Rio de Janeiro, onde enfrenta, no próximo domingo, a equipe do Unilever, pela final da Superliga Feminina 2013-2014.

Primeiro Set
O jogo começou apertado, com ambas as equipes se alternando no placar e o Molico/Osasco indo ao tempo técnico na frente, o que se tornou habitual no jogo. A torcida do Sesi, em peso, empurrava a equipe em busca da vitória. Depois da parada técnica, o Osasco passou a comandar as ações, abrindo 12 a 9 em um erro da líbero Suellen que, até então, não se encontrava na partida. Enquanto tentava esboçar uma reação, o Sesi parava nos erros de sua defesa, vendo o Osasco subir a diferença na pontuação para 17 a 12. A central Fabiana teve uma boa passagem no saque, para dar esperança ao Sesi, e trouxe a diferença para apenas 1 ponto, forçando o treinador do Osasco, Luizomar Moura, a parar a partida. Mas, os erros da defesa do Sesi seguiam a aparecer e, o ponto derradeiro, veio das mãos da destaque da partida, Sheilla, com 5 pontos, fechando o primeiro set em 21-19 para o Molico/Osasco.

Segundo Set
O segundo set começou com as donas da casa à frente, abrindo 5 a 2 de vantagem e obrigando o Luizomar a parar o jogo e dar uma bronca geral em suas atletas, sonolentas no início da parcial. Porém, o Sesi seguiu comandando as ações, e chegou ao tempo técnico com 4 pontos de vantagem. As equipes seguiram trocando pontos, até que o Molico mostrou ter aproveitado melhor a pausa técnica dos 14 pontos, trazendo a diferença do Sesi para apenas 3 pontos, em um 15 a 12. Mas, Ana Beatriz passou a aparecer com destaque no Sesi, com 4 pontos, bem nos bloqueios e ataques, trazendo tranquilidade à equipe paulistana, que não contava com boa atuação de uma de suas principais atacantes, Ivna Marra. Com um bloqueio de Ana, um erro de Caterina pelo Osasco e uma bola na diagonal de Ana, o Sesi fechou a parcial em 21 a 16, se mantendo vivo no jogo.

Terceiro Set
O Osasco voltou determinado a recuperar o tempo perdido na parcial anterior, e logo no início, chegou à primeira parada técnica com 7 a 1 no placar, tendo Sheilla novamente como destaque no ataque, com 5 pontos até o fim do set. Na volta, o Osasco seguia ampliando a vantagem, buscando um massacre no set. O Sesi não se encontrava em quadra, com erros em bolas simples, viu o Molico chegar a 17 a 8 e, daí pra frente, não conquistou mais pontos. O time da Grande São Paulo fechou o terceiro set em 21 a 8, após bloqueio de Caterina em Fabíola.

Quarto Set
A mais emocionante das parciais, teve de tudo. Trocas de lideranças, empates, set points desperdiçados, match points perdidos... Até a parada técnica, o Osasco seguia na frente com um 7 a 4 no placar. Então, na volta, o Sesi empatou, em 8 a 8. As equipes disputavam longos ralis durante a parcial, mantendo a diferença do placar sempre entre 2 e 3 pontos para ambos os lados. Até que o Osasco passou a tomar conta do jogo, transformando o equilíbrio em vantagem e, ao final do set, tinha aberto um 20 a 19, com belíssimas atuações de Sheilla e Caterina. Porém, um erro de bloqueio e uma condução da levantadora Fabíola mudaram tudo e o Sesi virou a parcial, vindo a fechar o set na sequencia com mais um erro de Fabíola, que levantou a bola na antena. Ivna Marra acordou no jogo e, com 7 pontos, tomou conta da parcial. Final, 22 a 20 para o Sesi e vamos ao tiebreak!

Quinto set
Com a torcida de pé e as jogadoras vibrando a cada bola, o Sesi seguia grudado no Molico/Osasco no placar, até a parda técnica, quando o Molico tinha 7 a 4 no placar. Na volta, o Sesi parecia ter perdido a vibração do início do set, e viu o Osasco chegar ao match point, com Sheilla e Thaísa bloqueando e atacando com precisão, Adenízia bem na defesa e Gabi segura no ataque. Com um 14 a 10 no placar, a partida já parecia resolvida. Mas só parecia. O Sesi não desistiu do jogo, e chegou ao empate, com participação importantíssima de Fabiana e Dani Lins. E foi a própria Fabiana que virou a partida, levando o jogo ao placar de 15 a 14. Mas, Sheilla não queria desistir e empatou a partida novamente. Até que, em um bloqueio milimétrico e um ataque preciso, o Sesi fechou o set em 17 a 15, a partida em 3 a 2, e carimbou vaga na final da Superliga.

Chapecoense e Coritiba estream com empate feio

A Chapecoense estreou na Série A com um empate por 0 a 0 diante do Coritiba. E apesar de toda a euforia por conta da noite de debutante, o jogo foi duro de assistir. Pensando exclusivamente na defesa, Chape e Coxa abdicaram do ataque e buscaram o gol exclusivamente em lances de bola parada e chutes despretensiosos de longe.

O primeiro tempo foi duro de assistir. Muito preocupados com a parte defensiva, ambos os times não criaram chances expressivas de gol. Os treinadores Celso Roth e Gilmar dal Pozzo adotaram como postura tática o contra-ataque em velocidade. Entretanto, as equipes não conseguiam encaixar as jogadas. Os seis volantes em campo - três para cada lado - contribuíram para o baixo nível técnico.

Na etapa complementar, o filme se repetiu. O meio de campo superpopuloso foi pouco produtivo mais uma vez. Nos cinco minutos finais, o jogo ficou um pouco mais aberto, mas ainda assim, pouco para 90 minutos de futebol. A estreia revela que vai ser difícil esperar um futebol encantador, tanto dos catarinenses, quanto dos paranaenses, ao longo deste Brasileirão.

Chileno marca aos 5 minutos e define triunfo do Inter

Neste sábado, no Beira-Rio, contra o Vitória, o Internacional perdeu muitas chances no primeiro tempo, mas foi para o intervalo em vantagem, gol de Aránguiz, o primeiro da Série A-2014. Na etapa final, o jogo ficou mais equilibrado. No fim, o Colorado segurou o 1 a 0.

O primeiro tempo foi um massacre do Inter, que abriu o placar aos cinco minutos.  D'Alessandro fez bela jogada e tocou para Aránguiz, sozinho pela direita. Com calma, o chileno tocou por cobertura na saída do goleiro Wilson e celebrou o primeiro gol do Brasileirão-14. Enquanto o Vitória não se encontrava, o Inter acumulava chances perdidas: D'Alessandro; Alex, na trave; Rafael Moura e Fabrício. 

O Vitória passou a tocar a bola no ataque. Mas tirando uma chance que surgiu após furada do zagueiro Paulão, o time baiano não assustava. Já do lado de lá....  D'Alessandro obrigou o goleiro Wilson a fazer milagre, aos 30 e em seguida, o zagueiro Paulão apareceu e, na cara do gol, chutou para fora. Depois, o meia Alex chutou de fora da áreas. A bola passou raspando.

No fim do primeiro tempo, um choque entre Mansur, do Vitória, e Cláudio Winck assustou. Eles saíram ensanguentados; Mansur precisou ser 
substituído e Claudio Winck voltou com sete pontos na testa.

O Vitória voltou do intervalo  com uma alteração importante: Juan, que começou como meia, voltou para a lateral, com Willian Henrique (que entrou na vaga de Mansur) atuando como meia/atacante. Isso deu força ao Vitória, que equilibrar as ações e obrigou o goleiro Dida a fazer duas boas defesas para garantir o 1 a 0. E a torcida que viu o Inter perder um caminhão de gols no primeiro tempo teve de sair contente com o magrinho 1 a 0. Ao menos o time não tropeçou, o que foi tão comum em 2013.

Fluminense vence o Figueira na estreia no Brasileiro

O Fluminense entrou em campo na noite deste sábado e conseguiu, com facilidade, derrotar o Figueirense por 3 a 0 no Maracanã. A vitória na estreia no Campeonato Brasileiro foi marcada por um golaço de Rafael Sobis, ainda no primeiro tempo. Fred, de pênalti, e Nirley, contra, completaram o resultado para a equipe carioca.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense volta a campo no próximo sábado, às 21h, contra o Palmeiras, no Pacaembu. Já o Figueirense enfrenta no dia seguinte o Bahia, às 18h30.

A partida começou bastante movimentada, com o Fluminense pressionando no campo de ataque a todo momento. Logo aos oito minutos, Conca deu um belo passe para Carlinhos, que achou Rafael Sobis, que pegou de primeira e obrigou o goleiro Tiago Volpi a fazer grande defesa. Sobis tentou novamente aos 13, com um chute forte, mas a bola passou por cima do travessão defendido pelo arqueiro do Figueirense.

Se nas duas primeiras tentativas Rafael Sobis não teve sucesso, na terceira foi muito feliz e fez um golaço. Aos 30 minutos, Conca puxou o ataque e tocou para Fred. O atacante da Seleção deu o passe para Sobis, na entrada da grande área, dar um chute providencial no ângulo esquerdo do gol de Volpi, que não podia fazer nada para evitar o primeiro gol do Fluminense no Maracanã.

Ainda na primeira etapa, aos 43 minutos, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro assinalou penalidade para o Fluminense, após Thiago Heleno derrubar Wagner na grande área. Fred foi para a cobrança e converteu para o Fluminense, que foi para o intervalo com uma vantagem tranquila no marcador.

Mesmo estando com o 2 a 0 no placar, o Fluminense manteve a postura ofensiva no segundo tempo. Aos sete minutos, Sobis tocou para Fred, que chutou de primeira e obrigou Volpi a fazer grande defesa. Aos 13, Nirley tentou desviar na pequena área uma bola cruzada por Sobis, mas acabou errando e mandando para o fundo das redes do próprio gol, fazendo contra o Figueirense e colocando 3 a 0 no placar para o Fluminense.

A partir de então, o Figueirense começou a esboçar uma tentativa de reação, mas sem muito sucesso. O Fluminense ainda mandou uma bola no travessão aos 22 minutos com Conca. O time de Santa Catarina, no fim da partida, tentou duas vezes com Nem, mas não fez o gol de honra na abertura do Campeonato Brasileiro.

Oswaldo de Oliveira diz que 'vai com Léo até morrer'

Inscrito no Campeonato Brasileiro com a camisa 3, segundo a nova numeração fixa do Santos, o experiente Léo não tem sido relacionado por Oswaldo de Oliveira. No entanto, o treinador voltou a demonstrar apoio ao jogador de 38 anos, que tem contrato apenas até o dia 30 de abril. "Já disse a ele e à diretoria que, se estiver bem, vai comigo até morrer, mas a situação dele precisa ser examinada", explicou o comandante, único que pode “salvar” Léo da aposentadoria em duas semanas.

O Comitê de Gestão do Santos nem sequer se reuniu para discutir a chance de uma renovação, e Oswaldo já admite um discurso em tom de despedida da carreira do veterano lateral-esquerdo e meia. "O Léo precisa de muito respeito no Santos e no futebol brasileiro, mas tem idade para saber o que escolher. É difícil se afastar desse mundo encantado que é ganhar, pois a garra e o amor viram tristeza", disse.

Neste domingo, o Peixe enfrenta o Sport às 18h30, na Vila Belmiro. Será a última partida de Léo na Vila Belmiro sob o contrato atual. Depois disso, o Santos visita o Coritiba no dia 26, mas o veterano camisa 3 não vem sendo relacionado para os últimos compromissos.

Rogério Ceni receberá dois certificados de recordes

Rogério Ceni será mais uma vez o protagonista no Morumbi. Antes da partida contra o Botafogo, às 16h deste domingo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o goleiro tricolor receberá dois certificados do Guinness Book, o livro dos recordes, das mãos do presidente recém-empossado Carlos Miguel Aidar.

No Campeonato Brasileiro do ano passado, Ceni passou a ser o dono de duas importantes marcas do futebol mundial: a de jogador com mais partidas por uma mesma equipe e de atleta que capitaneou um time por mais vezes. Os números foram alcançados em novembro, mas só agora serão registrados pelo livro dos recordes.

Diante do próprio Botafogo, em jogo que terminou empatado em 1 a 1, o goleiro ultrapassou Pelé, que obtinha a marca com a camisa do Santos, e passou a ter 1.117 partidas pelo São Paulo - neste domingo, será a 1.137ª aparição pelo Tricolor. Como capitão, foram 866 jogos para ficar com o recorde. Contra o Bota, serão 886.

Os dois novos certificados de "oficialmente incrível" do Guinness se juntarão ao conquistado pelo posto de maior goleiro-artilheiro do planeta. O documento, inclusive, será atualizado neste domingo, já que Rogério Ceni já anotou um gol na temporada e agora soma 114.

Obina marca pelo Coelho e estraga estreia do Vasco

O Vasco não teve a estreia dos sonhos na Série B de 2014. Apesar de abrir o placar com Reginaldo, o time cedeu o empate, marcado justamente por Obina, ex-atacante do Flamengo e terminou a partida empatado com o América-MG em 1 a 1.

A partida foi disputada sem torcida, já que o Cruz-Maltino cumpre punição devido a confusão na partida contra o Atlético-PR, em Joinville (SC), pela última rodada da Série A do ano passado. Na próxima rodada, os cariocas visitam o Luverdense, no Mato Grosso. Por sua vez, o Coelho recebe o Ceará, no Independência.

Os primeiros 45 minutos de Vasco e América-MG na Série B de 2014 não foi dos melhores, mas reservou algumas emoções, principalmente para os vascaínos, que foram melhores mesmo sem contar com o apoio da torcida, já que atuou com os portões fechados. E a primeira delas foi logo com um minuto de jogo, em ótima jogada de Danilo. O garoto entrou na área e chutou no travessão. O jogo seguiu sem muitas emoções e o Vasco levava mais perigo com o próprio Danilo e com os chutes de longe de Fellipe Bastos. Com uma postura defensiva, o América-MG tentava jogar no erro do Vasco, mas não conseguiu produzir muita coisa.

Depois da conversa no intervalo, os times voltaram mais animados para a segunda etapa em São Januário. E foi o Vasco quem mostrou isso, logo aos dois minutos. Douglas deu ótimo passe para Reginaldo abrir o placar. O gol fez os mineiros saírem mais para o jogo. Andrei e Tchô tiveram chances, mas desperdiçaram. E com o Vasco dando bobeira, foi a vez de Obina ter uma oportunidade. E ele não desperdiçou, empatando o jogo após passe de Andrei. Os técnicos fizeram mudanças buscando a vitória, mas o jogo seguiu com baixa qualidade técnica e com os times buscando o ataque no desespero.

Adilson detona calendário e até o partido da presidente Dilma: 'Eu sou anti PT!"
Depois da primeira partida do Vasco na Série B, o técnico Adilson Batista não mediu palavras para criticar a estrutura do futebol brasileiro e do país de um modo geral. Para o treinador, o time fez um bom primeiro tempo e, no segundo tempo, caiu de produção. E toda uma conjuntura que provoca lesões nos atletas, e, consequentemente, desfalca as equipes, foi alvo do comandante. "No primeiro tempo eu não vi um futebol tão abaixo assim. Enfrentamos um adversário fechado e que dificultou a nossa vida. Aí entra a questão da qualidade e do entrosamento, sim. Mas em função desse desgaste da semifinal do Carioca, da Copa do Brasil e da final do Estadual. Eu sempre falei que é só no Brasil que tem campeonato estadual. São coisas erradas que a gente ainda está engatinhando. Tivemos sim, falta de velocidade, de compactação. Não é o ideal, mas temos que lembrar das lesões, do desgaste. O jogo do Resende precisava ser em Manaus? Eu tento fazer minha parte... Tem gente que acha que o Brasil está bom. Eu sou anti PT", esbravejou.

Adilson tem, agora, uma semana para trabalhar e descansar os jogadores antes do jogo contra o Luverdense, no próximo sábado, na Arena Pantanal. Ele afirmou ainda durante a coletiva que os atletas terão folga neste domingo e na segunda-feira para se recuperarem das desgastantes semanas de trabalho.

São José elimina o Palmeiras e está nas quartas

O São José/Unimed está nas quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB). Após uma série bem equilibrada contra o Palmeiras/Meltex, a equipe de São José dos Campos fechou a série melhor de cinco das oitavas de final por 3 a 2. A classificação veio neste sábado, após a vitória por 64 a 60, no Ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos. Agora, o time do técnico Luiz Augusto Zanon terá pela frente o UniCEUB/BRB/Brasília. As datas dos jogos ainda serão definidas pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

Em sua primeira disputa dos playoffs do NBB, o Palmeiras desperdiçou a oportunidade de ser a segunda equipe na história da competição a começar uma série perdendo por 2 a 0 e obter a virada. Somente o Pinheiros no NBB 4 conseguiu tal feito, contra o Limeira.

O cestinha da partida foi Jefferson Wiliam, do São José, com 16 pontos. Ele ainda pegou 15 rebotes. O pivô Caio Torres colaborou com 11 pontos e 12 rebotes e o ala Alex marcou outros 11.

Pelo lado do Palmeiras, o cestinha foi o pivô Tiagão, com 12 pontos. Ele ainda pegou oito rebotes e deu duas assistências. O armador Max Stanic fez nove pontos, pegou sete rebotes e deu seis assistências. E o ala-pivô Tyrone Curnell colaborou com mais 11 pontos e três rebotes.

Americana vence o Sport e conquista o bicampeonato

Presente em três finais em quatro edições da Liga de Basquete Feminino (LBF), Americana conquistou neste sábado o bicampeonato da competição. Em um Ginásio Marcelino Lopes, em Recife (PE), completamente lotado, a equipe paulista não se intimidou e venceu o Sport, que era o atual campeão, por 66 a 62. Com o resultado, o time do técnico Antônio Carlos Vendramini fechou a série final melhor de três em 2 a 0. "Realmente é uma emoção muito forte. A gente trabalhou muito e quando a gente trabalha, Deus ajuda. Não tem nem o que dizer, agora é só comemorar", disse Talita, do Americana, em entrevista ao SporTV.

A equipe paulista ficou fora da final na primeira edição da LBF, em 2010-2011. Na seguinte, em 2011-2012,. Americana derrotou Ourinhos, por 2 a 0. E, em 2012-2013, acabou superado justamente pelo Sport, por 2 a 0. Neste sábado, o time paulista voltou a levantar o troféu mesmo com a torcida fazendo muito barulho a favor do rival. "Com a ajuda deles (torcedores), vamos continuar lutando sempre. Em momento algum a gente imaginou uma festa assim. Temos que parabenizar o time de Americana. Elas tiveram a tranquiliade de jogar bem e agora é continuar trabalhando, focar e voltar melhor para a próxima temporada", afirmou o técnico do Sport, Roberto Dornelas, em entrevista ao SporTV.

A cestinha da partida foi a pivô Clarissa, de Americana, com 16 pontos. Ela ainda pegou nove rebotes. Também se destacaram na equipe paulista a ala Paola Ferrari, com 15 pontos e duas assistências, a ala Ariadna, com dez pontos, três rebotes e duas assistências, e a pivô Damiris, com oito pontos, nove rebotes e uma assistência.
Pelo lado do Sport, a armadora Adrianinha foi a cestinha, com 14 pontos. Ela ainda pegou quatro rebotes. A ala Palmira anotou 13 pontos, a armadora Alexandria fez 12 e pegou três rebotes e a pivô Érika pegou dez rebotes.

Sporting vence e consegue adiar título do Benfica

O Benfica poderia ser campeão nacional neste sábado, sem precisar entrar em campo, pela 28ª rodada do Campeonato Português, a antepenúltima do torneio. Bastava o Sporting não vencer o Belenenses, fora de casa. Mas os Leões saíram vitoriosos do confronto em Belem. O placar de 1 a 0 acabou adiando um pouco a festa dos Encarnados.

A conquista pode ser celebrada neste domingo. Uma simples vitória sobre o Olhanense, no Estádio da Luz, colocará um ponto final na Liga ZON Sagres. O Benfica lidera o Campeonato Português, com 70 pontos. O Sporting soma 66, na sequência. Na partida deste sábado, Adrien Silva, de pênalti, salvou os Leões do tropeço.

Milan e Inter alegram torcidas no Sábado de Aleluia

Na rodada do Campeonato Italiano disputada totalmente neste sábado por conta da Semana Santa, Milan e Internazionale se deram bem e venceram Livorno e Parma, por 3 a 0 e 2 a 0 respectivamente. Os Nerazzurri se solidificaram ainda mais como donos de uma das vagas para a Liga Europa, enquanto os Rossoneri estão com enorme auto-estima após a quinta vitória consecutiva. A Internazionale segue na quinta colocação, com 56 pontos. Abriu cinco de vantagem sobre o Parma, sexto colocado. Já o Milan vem sem sétimo, com 51 pontos. Bem longe de uma das duas vagas para a Liga Europa. Milan e Internazionale se enfrentarão daqui a duas rodadas, no dia 4 de maio. Antes disso, o Milan visitará a Roma na data de 25 de abril, e a Inter receberá o Napoli no dia seguinte.

Balotelli é o nome do jogo em Milão
Jogando no San Siro, em Milão, o Milan contou com tarde inspirada de Balotelli para vencer o penúltimo colocado Livorno. Balotelli e Taarabt fizeram os gols. O primeiro, marcado pelo italiano, foi de cabeça aos 43 minutos do primeiro tempo. O atacante completou um belo cruzamento de Constant da esquerda.
No segundo tempo, Balotelli mostrou os deus dotes de armador. Logo no início, aos seis minutos, Taarabt recebeu passe do atacante e ampliou. No fim, aos 39 minutos, Balo arrancou no campo de ataque e deixou Pazzini cara a cara com o goleiro para fechar o caixão. Neste jogo, cabe ressaltar que o meia Kaká e o atacante Robinho fizeram atuações regulares. O meia teve uma grande chance de marcar o seu, inclusive em jogada iniciada por Robinho, porém bateu por cima do gol. Foi a quinta vitória do Milan em sequência, o melhor momento da equipe nesta temporada.

Inter vence apertado
No Enio Tardini, em Parma, a Internazionale visitou a equipe local. Após cruzamento do brasileiro Hernanes, Rolando abriu o placar aos três minutos da segunda etapa. Próximo do apito final, aos 44 minutos, o colombiano Guarín tranquilizou a torcida interista marcando o segundo. No primeiro tempo, aos 44 minutos, Cassano havia desperdiçado um pênalti para o Parma.

Campeonato Italiano (34ª rodada)

Sábado (19/04)
Milan 3 x 0 Livorno
Atalanta 1 x 2 Verona
Catania 2 x 1 Sampdoria
Chievo 0 x 1 Sassuolo
Genoa 1 x 2 Cagliari
Lazio 3 x 3 Torino
Parma 0 x 2 Internazionale
Udinese 1 x 1 Napoli
Juventus 1 x 0 Bologna 
Fiorentina 0 x 1 Roma

Paulinho marca e ajuda o Tottenham a realizar sonho

O volante Paulinho contribuiu neste sábado para a vitória do Tottenham sobre o Fulham por 3 a 1, jogo que abriu a 35ª rodada do Campeonato Inglês. O brasileiro anotou o primeiro gol do jogo, completando jogada iniciada por Eriksen, aos 35 minutos do primeiro termpo. No entanto, o Fulham, que está na penúltima colocação, reagiu. Sidwell ganhou da defesa e bateu na saída do goleiro Lloris.

A reação do Fulham foi apenas momentânea. No segundo tempo o Tottenham assegurou a sua vitória com os gols de Lennon, logo com três minutos, e Kaboul, aos 17 minutos. O zagueiro francês completou de joelho a falta cobrada por Eriksen.

Sidwell, autor do gol de honra do Fulham, ainda perderia um pênalti, defendido por Lloris aos 32 minutos. A chance de ressuscitar na partida parou no goleiro dos Spurs.

Enquanto o Fulham se aproxima a cada rodada da Segunda Divisão, o Tottenham se solidifica como um dos clubes que estarão na próxima Liga Europa. Os Spurs chegaram aos 63 pontos, na sexta colocação, com seis de vantagem sobre o Manchester United, que jogará neste domingo contra o Everton, fora de casa.

Técnico do Tottenham dispara: 'Sandro não tem qualidade para jogar aqui'
O ambiente entre o volante Sandro e o técnico do Tottenham, Tim Sherwood, está totalmente deteriorado. Prova disso foi a declaração do próprio treinador após a vitória sobre o Fulham por 3 a 1. "Ele não foi relacionado e não acho que ele tem qualidade suficiente para estar no time. Ele pode bater com as portas que quiser. Não tenho problemas com ele", afirmou Tim Sherwood.

O volante brasileiro respondeu às declarações do técnico utilizando o Twitter. Em seu perfi na rede social, Sandro postou a mensagem: "Lol, Lol, Lol", como se estivesse rindo do técnico. Sem espaço no Tottenham, Sandro já foi sondado pelo Internacional. Há cerca de dois meses o jogador foi procurado pelos dirigentes do Colorado. Na temporada atual o volante fez 23 jogos pelos Spurs, tendo anotado apenas 1 gol.

Black Cats cruzam o caminho do Chelsea na Premiere

Um tropeço que pode custar muito caro ao Chelsea. A derrota por 2 a 1 para o Sunderland neste sábado, em Stamford Bridge, distancia os Blues da briga pelo título inglês. Afinal, o Liverpool agora tem a chance de abrir neste domingo cinco pontos de vantagem na liderança da Premier League.

O torcedor do Liverpool, por sua vez, deve agradecer eternamente ao Sunderland. Após tirarem pontos preciosos do Manchester City na última quarta-feira, os Black Cats cruzaram desta vez o caminho do Chelsea. Quem disse que "gato preto" dá azar para o torcedor dos Reds? O mesmo não pode dizer José Mourinho, que conheceu sua primeira derrota em Stamford Bridge dirigindo o Chelsea em jogos pelo Campeonato Inglês.

O sábado até começou bem para o Chelsea. Logo com 12 minutos, os Blues saíram na frente com Eto'o. O camaronês completou, praticamente na pequena área, o escanteio cobrado por Willian. Só que a alegria da torcida que lotou o Stamford Bridge duraria pouco. Wickham aproveitou rebote do goleiro Schwarzer e decretou a igualdade, seis minutos após o Chelsea ter aberto o placar. Como era de se esperar, a partida seguiu com os Blues tentando o gol da vitória no desespero. Enquanto que o Sunderland se segurava bravamente.

A busca pelo gol levou José Mourinho lançar a cartada ousada de pôr mais dois atacantes no decorrer do segundo tempo. Demba Ba entrou no lugar de Oscar e Schurrle na vaga de Salah. Isso sem falar na entrada de Fernando Torres no lugar do cansado Eto'o.

Porém o Chelsea deu espaços ao Sunderland. Em uma das raras descidas dos Black Cats, Azpilicueta derrubou Altidore dentro da área. Borini cobrou o pênalti no meio do gol e marcou. Festa em Sunderland e em Liverpool.
Agora os Reds só precisam fazer a sua parte contra o Norwich, fora de casa, neste domingo. Como disse Steve Gerrard outro dia, o Liverpool só depende dele mesmo para o alcançar o título que não vem há 24 anos.

Campeonato Inglês (35ª rodada)

Sábado (19/04)
Tottenham 3 x 1 Fulham
Aston Villa 0 x 0 Southampton
Cardiff 1 x 1 Stoke City
Newcastle 1 x 2 Swansea
West Ham 0 x 1 Crystal Palace
Chelsea 1 x 2 Sunderland

Domingo (20/04)
Norwich x Liverpool
Hull City x Arsenal
Everton x Manchester United

Segunda-feira (21/04)
Manchester City x West Bromwich