COLUNA FLÁVIO ARAÚJO - AGORA AS OLIMPÍADAS


Há muita diplomacia nas entrevistas que Thomas Bach tem prestado à imprensa brasileira falando sobre as próximas olimpíadas. Foi diplomática sua fala do princípio ao fim ao discorrer para a revista VEJA, por exemplo, sobre o que está achando do desenvolvimento das obras que correm no Rio de Janeiro. Ou que não correm. Thomas Bach é o presidente do poderoso Comité Olímpico Internacional e é natural que como alemão fizesse ilações com a conquista de seu país na recente Copa do Mundo da FIFA. Por sinal que em matéria de esportes a Alemanha está na ordem do dia, não fora essa apenas uma das manifestações de organização, disciplina e ordem daquele país. Buscando sempre o todo da nação e jamais algum aspecto de se sobressair de forma individual a Alemanha, que já é chamada de “novo país de futebol” ocupando o lugar que era de forma natural do Brasil deverá ter um longo reinado pelo trabalho magnifico que faz com seus jovens. Falávamos, porém, de Olimpíadas a propósito das entrevistas do presidente do Comité Olímpico e as vistas de todos estarão agora voltadas para o Rio de Janeiro, sede da próxima competição em 2016. Se o sucesso de público e mesmo de organização foi nota elevada na Copa do Mundo da FIFA espera-se no mínimo que isso seja repetido na Olimpíada. Thomas Bach vem exaltando os trabalhos no Rio de Janeiro e o principal destaque é para o início das obras no Parque Olímpico de Deodoro, ponto fulcral nas disputas e onde serão sediadas 11 modalidades. No Brasil, o chefe da Autoridade Pública Olímpica, general Fernando Azevedo e Silva declarou em simultâneo que não haverá problemas com a adaptação dos diversos pontos construídos ou reformados para os Jogos Panamericanos de 2007 até recentemente considerados problemáticos, inclusive no aspecto financeiro. No lado esportivo específico o Ministério do Esporte e o Comité Olímpico estão concordes nas pretensões: algo em torno de 27 a 30 medalhas o objetivo estabelecido para que o país se coloque até no 10o lugar na contagem geral. Trata-se de um número expressivo levando-se em conta o que o Brasil vem conquistando e também não há exagero na pretensão já que em Londres, na última versão dos jogos faturamos 17 medalhas que proporcionaram o 17o lugar. Apesar da política no Rio de Janeiro estar fervendo diante da proximidade das eleições, na esteira do sucesso na realização da Copa do Mundo da FIFA (excluído o fracasso da participação brasileira em campo) a proximidade da realização das Olimpíadas vive um momento de expectativa positivo. QUEBRAR CADEIRAS, QUE VERGONHA Existe um acordo entre Corinthians e Palmeiras que é a confirmação da aceitação do vandalismo do torcedor brasileiro. Quando um palmeirense promove arruaças no estádio adversário seu clube paga o prejuízo ao Corinthians cabendo a este reembolsar o Palmeiras quando o inverso acontecer. No recente e horrível cotejo entre ambos no estádio de Itaquera (Corinthians 2x0, campeonato nacional) alguns torcedores palmeirenses quebraram mais de 250 cadeiras do local onde se iniciou a última Copa do Mundo. Gesto inaceitável e onde as piores palavras não alcançariam a necessária frase para condená-lo. Mas, os clubes o aceitam e quando estabeleceram um acordo para que um pagasse os prejuízos do outro praticamente referendaram a prática. Mais uma vergonha nacional. O MAU EXEMPLO DA COPA Uma das coisas boas da arbitragem na última Copa foi o tempo de recuperação que os árbitros acrescentavam depois de esgotado o período regulamentar. Esse exemplo os nossos apitadores não estão seguindo. Na contrapartida a ausência de marcação de faltas e exibição de cartões segue rigorosamente o que a FIFA determinou para a Copa do Mundo. Quando menos faltas e quanto menos jogadores punidos com cartões, melhor pelo critério da Comissão de Arbitragem da entidade e que os árbitros cumpriram à risca. Nossos apitadores estão seguindo pelo mesmo caminho no atual campeonato nacional e existem alguns que modificam por conta própria o espírito da regra ao mandarem o jogo seguir quando a infração foi incontestável. Isso não é bom. Pode ser “jornal de ontem”, mas ainda não registrei minha contrariedade quanto ao prêmio dado pela FIFA à seleção da Colômbia que ganhou na modalidade “fair-play”. Logo para a equipe de Zuñiga que cometeu aquela monstruosidade em Neymar no jogo contra o Brasil? A ESTRELA DE FELIPÃO NÃO SE APAGOU Depois do fracasso da seleção brasileira na Copa do Mundo e do bilhete azul recebido Felipão recebe o passaporte que poderá até reabilitá-lo. Basta que conquiste nesta sua quarta passagem pelo Grêmio Portoalegrense o mesmo êxito que ali alcançou nas outras ocasiões quando levantou inúmeros títulos e tornou-se um verdadeiro ídolo. Felipão não começou como técnico no Grêmio, mas foi ali que alicerçou sua carreira plena de conquistas. O técnico não ficou nem um mês parado depois do término da Copa e embora deixasse atrás de si um turbilhão de queixas imediatamente deu a volta, não sei se por cima, mas com o saldo bancário bem mais gordo. Ao mesmo tempo que acertou contrato com o Grêmio recebeu da CBF uma bolada superior a 4 milhões e 100 mil reais pela rescisão de seu contrato com a entidade, importância também paga a Carlos Alberto Parreira. Como foram demitidos sem que houvesse a chancela de justa causa e eram contratados pelo regime da CLT todo o grupo que o acompanhava teve direito ao ressarcimento, alguns mais outros menos. É a forma esdrúxula como a CBF cuida dos interesses maiores do futebol do Brasil e dinheiro para ser esbanjado ali não falta. Afinal para que servem esses amistosos sem sentido como esses já programados para outubro? (Flávio Araújo)

Fiorentina confirma acerto com vice-campeão do mundo

Por meio de seu site oficial, a Fiorentina confirmou nesta sexta-feira um acerto com o zagueiro José María Basanta, que integrou o elenco argentino vice-campeão na Copa do Mundo de 2014. O jogador de 30 anos estava no Monterrey, do México.

A Fiorentina confirmou o acerto com o time mexicano. Faltam apenas exames médicos para a apresentação do jogador, que deve chegar à Europa em agosto. De acordo com a imprensa italiana, a diretoria da equipe italiana desembolsou 3,5 milhões de euros (R$ 10 milhões) pelo zagueiro de 30 anos.

Homem de confiança de Sabella desde a época de Estudiantes, Basanta começou a ser convocado para a seleção quando o treinador assumiu o cargo de comandante da equipe nacional. O defensor tem 10 jogos pela Argentina. 

Reserva da seleção argentina, que contou com uma zaga formada por Garay e Demichelis na maior parte do Mundial, Basanta foi titular no duelo entre Argentina e Bélgica, pelas quartas de final da competição, atuando na lateral-esquerda, substituindo o suspenso titular Marcos Rojo. Além disso, entrou em campo na prorrogação da partida contra a Suíça, válida pelas oitavas.

A experiência na Itália será a primeira de Basanta no futebol europeu. O jogador foi revelado pelo Estudiantes, da Argentina, em 2003. Em 2006, passou por um curto empréstimo para o também argentino Olimpo. O zagueiro defendia o Monterrey desde 2008.

Ancelotti não quer Falcao: 'Não precisamos de atacantes'

Os rumores sobre uma possível ida do colombiano Falcao García para o Real Madrid ganham força a cada dia na imprensa europeia, mas no que depender do técnico Carlo Ancelotti, o jogador do Monaco não será contratado. Perguntado sobre o assunto, o treinador disse estar satisfeito com suas opções ofensivas e garantiu: 'Não precisamos de atacantes'. "Creio que neste plantel temos o Bezema, que é muito confiável, e podemos utilizar outros jogadores ali. O Isco pode ser um falso nove, não é importante ter um centroavante que marque muitos gols, a não ser um jogador que dê passes para Bale e Cristiano (Ronaldo). Não vamos buscar outro atacante porque não precisamos", disse.

Ancelotti garantiu ainda que não há qualquer novidade do Real Madrid no mercado de transferências, nem contratando, nem vendendo. Assim, desmentiu também que o meia Di María tenha acertado sua saída. Manchester United e Paris Saint-Germain querem o jogador. "Não há novidade do mercado. Di María terminou a Copa do Mundo, está descansado e volta a treinar dia 5 de agosto", garantiu.

Di María estaria de saída porque deve perder espaço com a chegada de James Rodríguez. Sobre o colombiano, Ancelotti não esconde a empolgação em contar com seu futebol. "Ele se juntará à equipe dia 1.º de agosto, tem qualidade para jogar na nossa equipe. É um jogador muito jovem e representa além de tudo um investimento para o futuro", finalizou.

Dirigente da Federação Italiana é alvo por racismo

Um dos vice-presidentes da Federação Italiana de Futebol (FIGC) se tornou protagonista de uma grande polêmica no país. Carlo Tavecchio usou um termo racista para falar de jogadores estrangeiros e foi bastante criticado. A situação ganhou ainda mais projeção porque o dirigente é candidato à presidência da federação.

Na sexta-feira, ao ser questionado sobre a presença de jogadores estrangeiros na Itália, Tavecchio disse: "Na Inglaterra, eles escolhem os jogadores com base no profissionalismo, enquanto dizemos que 'Opti Poba' está aqui. Ele estava comendo bananas antes e agora está como titular da Lazio e tudo bem".

O dirigente estaria fazendo uma referência ao camaronês Joseph Minala, que chamou a atenção na última temporada ao ser contratado pela Lazio e aparentar ter muito mais que os 17 anos relatado por ele. Após uma investigação, no entanto, a Federação Italiana constatou que o jogador falava a verdade.

A forma como Tavecchio se referiu aos jogadores do exterior, em especial supostamente a Minala, gerou revolta na Itália e os pedidos para que ele deixe a eleição da FIGC ganharam força. Principal jornal esportivo do país, o Gazzetta dello Sport escreveu um editorial neste domingo requisitando a desistência de Tavecchio.

A eleição para presidência da FIGC acontecerá no próximo dia 11 de agosto, depois que Giancarlo Abete renunciou ao cargo após a eliminação da Itália ainda na primeira fase da Copa do Mundo deste ano. Se Tavecchio desistir da eleição, o presidente da entidade deverá ser o ex-jogador Demetrio Albertini, único outro candidato ao posto.

Barcelona deve se 'desfazer' de Dani Alves

Daniel Alves deve deixar o Barcelona. Em processo de reformulação, a equipe catalã não pretende continuar com o brasileiro, que já foi considerado o melhor do mundo em sua posição. Segundo o 'Mundo Deportivo', a dificuldade em negociar jogadores do plantel pode fazer a equipe vender o lateral da seleção por um "valor simbólico".

Assim como já fez no passado com jogadores importantes, o Barça pode acabar negociando Daniel Alves por um valor abaixo do que o jogador é estimado. Na temporada passada, o time catalão vendeu o atacante David Villa ao Atlético de Madrid por 2,1 milhões de euros.

A publicação afirma que os dirigentes do Barcelona não receberam nenhuma boa oferta pelo lateral direito titular da Seleção. Sendo assim, a equipe deve vender Dani por um "valor simbólico".

Além deles estão o volante camaronês Alex Song, que está em baixa após expulsão infantil na Copa do Mundo e o holandês Ibrahim Affelay, que não rendeu desde que foi contratado. Affelay já foi emprestado e também não obeteve sucesso. Os dois jogadores são regularmente envolvidos em "pacotes" para negociações com possíveis reforços.

Real Madrid pode vender Di María ao PSG por fortuna

Segundo a imprensa espanhola, Ángel Di María, um dos heróis do título da última Liga dos Campeões da Europa, dificilmente seguirá no Real Madrid nesta temporada. Nos próximos dias, o Paris Saint-Germain deve oficializar uma proposta que pode chegar a 80 milhões de euros (R$ 239 milhões), o que seria a maior transferência paga na história por um jogador da equipe merengue.

Atualmente, o posto é ocupado pela negociação de Mesut Ozil ao Arsenal no ano passado, que rendeu 50 milhões de euros (R$ 149 milhões) aos cofres merengues.

O valor é o mesmo pelo qual a imprensa local especula que o Real teria pago ao Monaco pela recente contratação de James Rodríguez. Segundo o Marca, a proposta do PSG só não teria chegado até agora devido às regras do fair-play financeiro da Uefa, que não permite que um clube gaste mais do que arrecadou.

Para conseguir trazer Di María, o PSG aguarda pela oficialização da ida de Edinson Cavani, que está muito perto de ser anunciado como reforço do Manchester United. Os presidentes de ambos os clubes já estariam acertados verbalmente na negociação do meia argentino.

Apesar disso, mesmo com a forte concorrência no setor de Di María após a chegada dos meias James Rodríguez e Toni Kroos, o técnico Carlo Ancelotti segue contando com o argentino no elenco da próxima temporada.

Enderson Moreira não é mais o técnico do Grêmio

Em comunicado oficial, ainda na Arena do Grêmio, após a derrota por 3 a 2 para o Coritiba, o técnico Enderson Moreira anunciou seu afastamento do comando do tricolor gaúcho. Ao lado do presidente Fábio Koff, o agora ex-técnico do clube se mostrou bastante emocionado com a situação. "Eu, particularmente, lamento muito. Queria publicamente aqui, depois desse acordo com a diretoria e o presidente, agradecer à torcida e pedir desculpas por aquilo que não funcionou. Foram quase sete meses de trabalho árduo sem nenhum tipo de problema, algumas coisas foram feitas e executadas de forma muito tranquila. O Grêmio está no caminho certo. Falta dar a liga suficiente para conquistar aquilo que tem pela frente. Muito obrigado a todo mundo", declarou o treinador que foi elogiado pelo presidente do clube gaúcho.

Enderson Moreira assumiu o Grêmio em 16 de dezembro de 2013 com o objetivo de preparar o clube para a disputa da Libertadores. Em 2014, fez a segunda melhor campanha da primeira fase da competição continental, contudo, acabou eliminado nas oitavas de final, após disputa de pênaltis, contra o San Lorenzo. No Gauchão acabou eliminado nas semifinais após sofrer uma goleada de 4 a 1 para o Internacional. Irregular, deixa o Grêmio na 10ª posição no Campeonato Brasileiro.

Lazio contrata o zagueiro holandês De Vrij

A Copa do Mundo rendeu bons frutos ao zagueiro holandês Stefan De Vrij. Um dos destaques da campanha da Laranja Mecânica, o ex-defensor do Feyenoord acertou hoje, depois de uma longa negociação, sua ida em definitivo para a Lazio, da Itália.

O zagueiro de 22 anos, foi um dos melhores jogadores da última Copa do Mundo, tendo sido eleito, inclusive, para o Dream Team do torneio. Ele marcou um gol na goleada contra a Espanha e foi um dos defensores mais consistentes, atraindo assim o interesse de diversos clubes importantes no velho continente. Ele deve fazer exames médicos em Roma nesta terça-feira, mas todos os detalhes da transferência já estão acertados, inclusive o anúncio no Twitter oficial da Lazio. Foram necessários sete milhões de euros, além de 1,5 milhão em futuros bônus, para fazer o defensor deixar Roterdã e desembarcar na velha bota. O contrato do zagueiro será de cinco anos.

Maurício Souza lança projeto social em Minas Gerais

Maurício Souza iniciou sua trajetória no vôlei em uma escolinha na cidade de Iturama, em Minas Gerais. Agora, aos 25 anos, um dos principais nomes da modalidade no Brasil retorna à cidade natal para realizar um sonho e inaugurar seu projeto social, o "Maurício Vôlei", dia 2 de agosto, no Ginásio Poliesportivo. Localizada no Triângulo Mineiro, a 750km da capital Belo Horizonte, a cidade tem cerca de 34 mil habitantes e poucas oportunidades para os jovens locais. Com o projeto, Maurício deseja levar a esses meninos e meninas a prática do vôlei e orientá-los socialmente, passando um pouco de sua experiência de vida.

As inscrições para fazer parte do "Maurício Vôlei" já estão abertas e acontecem no Ginásio Poliesportivo, de 8h às 17h. Jovens de 7 a 16 anos podem participar. Serão aulas gratuitas de vôlei, de segunda-feira a sexta-feira, em duas opções de horário: na parte da manhã, de 9h às 12h, e à tarde, de 17h às 19h. Além das aulas de vôlei, os participantes do projeto terão lanche e palestras orientadoras. "Conheço as dificuldades que os jovens de Iturama têm para treinar. Passei por isso quando mais novo. Tem muito talento que acaba sendo desperdiçado no país, ainda mais no interior, onde tudo acaba sendo mais complicado", conta o jogador, completando com o objetivo principal do projeto. "Quero formar cidadãos de bem, que saibam o valor do esporte e levem isso para a vida. O respeito ao próximo, a coletividade, tudo que possa fazer do jovem uma pessoa melhor para a sociedade".

Na inauguração do projeto, os participantes terão a oportunidade de treinar com o próprio Maurício, que realiza pré-temporada com o Taubaté Vôlei, equipe que defende atualmente. Além disso, o atleta ainda ministrará uma palestra aos jovens, contanto como superou a falta de incentivo quando novo, deixou de ser ajudante de pedreiro e conquistou uma carreira de sucesso, com passagens vitoriosas pela Seleção Brasileira. "Vou sempre convidar atletas para conhecerem o projeto, para servirem como inspiração para a garotada. Alguns amigos já me procuraram para fazer isso e faremos de acordo com a agenda de cada um. Esse contato com ídolos é muito importante, dá cada vez mais vontade de ser igual ao atleta que se admira. Será ótimo receber grandes nomes por lá", comemora Maurício.

Copa do Mundo muda a vida de Valência do Equador

O atacante Enner Valência, destaque do Equador, foi contratado pelo West Ham junto ao Pachuca, do México.

Copa do Mundo muda a vida de Ospina da Colômbia

O goleiro colombiano David Ospina deixou o Nice, da França, e foi para o Arsenal, da Inglaterra.

Copa do Mundo muda a vida de Janmaat da Holanda

Reserva sempre atuante na seleção holandesa, o lateral holandês Janmat deixou o Feyenoord para jogar a Premier League. O Newcastle pagou 6,6 milhões de euros pelo jogador.

Dunga critica postura de Neymar na Copa do Mundo

A primeira faísca na relação entre Dunga e Neymar já saiu, antes mesmo da primeira convocação. Ontem, em entrevista ao programa Fantástico, o técnico da Seleção afirmou que não gostou do comportamento de alguns jogadores durante a Copa do Mundo, inclusive o do camisa 10. Segundo o treinador, interesses pessoais e os do Brasil foram misturados pelo craque. "O foco maior tem que ser a Seleção. Quando der a entrevista, tem que ser com o boné da Seleção, ou não dá", disse Dunga, referindo-se à uma coletiva dada por Neymar após a eliminação na Copa. Na ocasião, o jogador brasileiro apareceu vestindo um boné de sua grife pessoal, em vez de o da CBF. "O Brasil tem que ter essa cara limpa, o marketing pela qualidade. As pessoas têm que falar do que eu faço dentro de campo e não do que faço fora", continuou. "Os problemas que eu tenho de marketing, família, têm que ficar para antes ou depois."

Wilson Júnior é o mais novo reforço do Red Bull

O Red Bull Brasil acertou a chegada de mais um reforço para a disputa da Copa Paulista. Trata-se do atacante Wilson Júnior, destaque da Ferroviária na disputa da Série A2 deste ano, e que assinou vínculo com o clube até o final de 2015.

Fruto do trabalho desenvolvido pelo departamento de scouting do Red Bull Brasil, Wilson Júnior foi acompanhado de perto em diversas partidas da Série A2. O jogador se enquadrou ao perfil traçado pelo clube e chega para reforçar o elenco do técnico Mauricio Barbieri. "É um prazer vestir a camisa do Red Bull Brasil. Estou muito entusiasmado e tenho certeza que vamos fazer uma grande campanha na Copa Paulista", declarou o atacante.

Ficha técnica:
Nome completo: Wilson dos Santos Vieira Júnior
Data de nascimento: 25/04/1991
Cidade: João Pessoa - PB
Altura: 1,79 m
Clubes anteriores: Cruzeiro, Bahia, Portuguesa, Coritiba e Ferroviária.

Seleção Juvenil avança para as quartas de final do Mundial

A Seleção Juvenil Feminina de Handebol conquistou uma vitória muito importante na tarde desta segunda-feira. A equipe venceu a Noruega nas oitavas de final, por 29 a 26 (16 a 12 no primeiro tempo), e avançou para as quartas. A competição está sendo realizada na Macedônia.

O primeiro tempo foi todo de vantagem das brasileiras, que abriram o marcador antes de dois minutos de jogo e seguiram à frente durante a primeira etapa. Aos 26m37s, a vantagem do Brasil era de seis gols. No segundo, a Noruega reagiu e passou à frente, mas as brasileiras, novamente, conseguiram se encontrar dentro de quadra e venceram por 29 a 26. Ida Marie Hernes, com nove gols, foi a artilheira do jogo. Bruna Paula, com oito, foi a goleadora brasileira.

As quartas de final serão disputadas nesta quarta-feira, com adversário ainda a ser definido.

Brasil faz a festa no Mundial de Handebol de Areia

A festa brasileira foi completa no VI Mundial de Handebol de Areia, disputado na Praia do Pina, em Recife. Neste domingo, a Seleção Feminina derrotou a Hungria por 2 sets a 0 e conquistou o tricampeonato. Em seguida, a Masculina entrou na arena para um clássico da modalidade cheio de rivalidade. A vitória por 2 a 1 sobre a Croácia garantiu o tetra para os brasileiros. "O coração não está cabendo dentro de mim. Está sendo muito mais emocionante do que eu imaginava", comentou o goleiro Jaime Torres, um dos destaques da equipe na competição. "É a realização de um sonho. Minha mãe e meus amigos não tinham como acompanhar os outros Mundiais. Não tinha nenhuma emissora de televisão transmitindo. Agora eles puderam ver ao vivo e em cores, aqui dentro de casa", relatou a pernambucana Priscilla Annes.

As meninas, que perderam apenas um set durante todo o Mundial, entraram em quadra para repetir o que haviam feito ao longo da campanha, não dando chance às adversárias. E não deu para a Hungria. O primeiro set terminou com tranquilos 20 a 14. O maior equilíbrio do segundo set foi até os 9min3s, quando Priscilla Annes roubou uma bola na defesa e o Brasil partiu para fechar o placar em 12 a 10. "Essa bola foi fundamental, como foi fundamental o trabalho da nossa defesa ao longo de todo Mundial. Quando ela funciona, o ataque faz o resto", analisou a técnica Rossana Marques. O aspecto técnico não foi levado em consideração por Patrícia Scheppa. Com a voz embargada e os olhos lacrimejando, ela se esforçava para explicar o que vivia naquele momento. "Desde o começo da nossa preparação a gente sabia que ganhar aqui dentro seria um sonho. Realizamos esse sonho com muito trabalho".

Ao contrário das meninas, a Seleção Masculina passou sufoco para conquistar a vitória e, mais uma vez, mostrou um enorme poder de superação nos momentos mais decisivos. O time não conseguiu encaixar o jogo no primeiro set e viu o forte time croata acertar quase tudo e sair no final com 23 a 20. Na pressão, os brasileiros voltaram para o segundo set e se impuseram desde o primeiro segundo. Com defesa e ataque funcionando em harmonia, a Seleção abriu uma vantagem de seis pontos e foi administrando até o final: 26 a 20.

A partida foi para o desempate no shoot out. Sorte do Brasil por ter um defensor como Diogo Vieira, o Vareta, que foi o responsável pelo bloqueio de três arremessos dos croatas. "Ter Vareta no time é uma dádiva. Ele nasceu para isso, além de ser disparado o melhor defensor do campeonato", definiu o técnico Antônio Guerra Peixe, que viu Naílson Amaral fechar a série de cobranças em 5 a 2. "É a segunda vez que ganho um Mundial dentro do Brasil, mas está sendo mais gostoso agora porque, com o passar do tempo, a gente vai vendo como essa equipe se completa, como esse grupo é formado por irmãos. Quando um não está bem, o outro vai além e compensa. Foi assim o campeonato inteiro", descreveu Bruno Oliveira.

Além da conquista do tetra Mundial, a competição serviu como despedida para alguns atletas, como o goleiro Jaime Torres. "Já começa a bater uma saudade, mas junto vem uma satisfação imensa por ter fechado esse ciclo dessa forma. Foram 25 anos de handebol. Agora vou trabalhar fora das quadras para que a modalidade cresça ainda mais", concluiu.

Antes das disputas das finais, o público que lotou a arena na Praia do Pina assistiu às decisões do terceiro lugar. No feminino, a Noruega venceu a Ucrânia por 2 a 1 (22 a 9, 11 a 13 e 8 a 6 no shoot out) e conquistou a medalha de bronze. "Nossa meta era ficar no top 6. Conseguimos bem mais e isso foi fantástico", explicou Mads Stian Hansen, supervisor da Seleção da Noruega.

No masculino, o bronze ficou com o Qatar, que derrotou a Dinamarca por 2 a 1 (13 a 12, 20 a 21 e 8 a 6 no shoot out). "Viemos sabendo que não seria fácil, mas queríamos chegar entre os melhores e conseguimos. O nosso time evoluiu bastante ao longo da competição", falou o técnico árabe, Khaled Aly.

Novos aparelhos de ginástica chegam ao Brasil

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), por meio de um convênio com o Ministério do Esporte, adquiriu aparelhos certificados pela Federação Internacional (FIG) para equipar centros de treinamentos de diversas partes do País. Os equipamentos da marca Spieth foram importados da Alemanha e estão em Vila Velha (ES) aguardando liberação, para, assim, serem distribuídos.

A presidente da CBG, Luciene Resende, comemorou muito a nova aquisição, que se tornou bastante difícil pelo fato dos equipamentos serem importados. "Estamos compartilhando um momento muito importante da construção e efetivação do nosso sonho. Podemos dizer que essa é a maior importação na história da Ginástica Brasileira, já que são 25 containers de equipamentos oficiais. Além dos resultados inéditos alcançados nos últimos anos, temos agora mais essa conquista, que com certeza contribuirá não só com o presente, mas com a nova geração. Isso possibilitará que diversas regiões do Brasil tenham condições adequadas para a realização de competições em âmbito estadual, nacional e internacional, de acordo com padrões de referência", relatou a presidente.

Os equipamentos serão instalados pela CBG em locais que atendam as exigências físicas adequadas e que tenham convênio com órgãos públicos, sejam eles federais, estaduais ou municipais. No início da tramitação do convênio, a CBG, juntamente com o Ministério do Esporte e o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), fizeram um mapeamento dos locais que poderiam receber os centros, que vão atender tanto atletas de alta performance, quanto das categorias de base.

Confira os Resultados da 12ª Rodada do Brasileirão

Pela 12ª rodada da Série A, do Campeonato Brasileiro o Corinthians derrotou o Palmeiras no primeiro clássico no Itaquerão, deixando o rival na décima segunda posição.

Santos venceu no sábado, a Chapecoense e o Cruzeiro passeou no Mineirão em cima do Figueirense. O São Paulo, perdeu a sua segunda seguida na competição, desta vez na reestreia do meia Kaká que inclusive marcou o único gol do time Paulista.

Falando em reestreia, o Flamengo venceu sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, ainda mais num clássico.

Resultados da 12ª rodada:

26/07 - Santos 3 x 0 Chapecoense
26/07 - Cruzeiro 5 x 0 Figueirense
26/07 - Criciúma 1 x 3 Vitória
26/07 - Bahia 0 x 1 Internacional

27/07 - Goiás 2 x 1 São Paulo
27/07 - Corinthians 2 x 0 Palmeiras
27/07 - Sport 2 x 1 Atlético Mineiro
27/07 - Atlético Paranaense 0 x 3 Fluminense
27/07 - Grêmio 2 x 3 Coritiba
27/07 - Flamengo 1 x 0 Botafogo

Ronaldinho Gáucho rescinde com o Atlético-MG

Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Atlético-MG. Clube e jogador entraram em um acordo e desfizeram o vínculo do atleta com a agremiação, que já durava pouco mais de dois anos. Ronaldinho tinha contrato até dezembro com o Galo, mas a partir de agora já está disponível para escolher uma outra equipe. O Boca Juniors, o Fluminense e o futebol americano são os destinos mais cotados.

Confira os Resultados da 13ª Rodada da Série B

Pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Ceará venceu o Santa Cruz fora de casa e segue na liderança da competição, com quatro pontos de diferença dos concorrentes.

O Avaí venceu o clássico Catarinense e está no G4. Já a Portuguesa perdeu mais uma e continua na zona do rebaixamento.





22/07 - Icasa/CE 2 x 0 Portuguesa/SP

25/07 - Oeste/SP 2 x 1 Luverdense/MT
25/07 - América/RN 1 x 0 América/MG
25/07 - Boa Esporte/MG 2 x 1 Bragantino/SP

26/07 - Ponte Preta/SP 0 x 0 Vasco da Gama/RJ
26/07 - Santa Cruz/PE 2 x 3 Ceará/CE
26/07 - Joinville/SC 0 x 1 Avaí/SC
26/07 - Atlético/GO 2 x 0 Náutico/PE
26/07 - Paraná/PR 1 x 0 ABC/RN
26/07 - Sampaio Corrêa/MA 2 x 0 Vila Nova/GO

Red Bull Brasil perde para a Inter de Limeira

Em jogo tenso na manhã deste domingo, o Red Bull Brasil perdeu por 3 x 1 para a Inter de Limeira, no estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira, pela segunda rodada da Copa Paulista. A partida foi marcada pela atuação decisiva do árbitro, que assinalou três penalidades.

Nem mesmo o frio na cidade de Limeira foi capaz de segurar o ritmo da partida, que teve primeiro tempo tenso. Muito por parte do árbitro Paulo Sergio dos Santos, que marcou um pênalti para cada lado e desagradou as duas equipes. O time da casa foi quem saiu na frente. Aos 29 minutos, Pablo Fernandes recebeu na área e chutou alto, no canto esquerdo de Juninho. O empate do Red Bull Brasil veio no minuto seguinte, em pênalti marcado em cima de Fabiano Eller e que gerou protestos por parte do time da casa. Romário cobrou e deixou tudo igual no marcador.

Já no final da etapa inicial, aos 43 minutos, foi a vez de o Red Bull Brasil reclamar de uma marcação de penalidade. Após bola alçada na área, o árbitro interpretou que Anderson Marques empurrou o adversário e assinalou a infração. O atacante Tauan cobrou o pênalti e colocou a Inter de Limeira novamente em vantagem antes de as duas equipes desceram para o vestiário.

O segundo tempo reservava mais um pênalti para o time da casa. Aos 19 minutos, Ronaldo dividiu dentro da área com o atacante adversário e o árbitro marcou a terceira penalidade da partida. Tauan cobrou novamente e deu números finais para a partida, que teve o Red Bull Brasil buscando diminuir a vantagem até o apito final.

No grupo 2 da Copa Paulista, o Red Bull Brasil volta a campo na próxima quarta-feira, novamente na cidade de Limeira, diante do Independente.

INTER DE LIMEIRA 3 X 1 RED BULL BRASIL

DATA: 27/07/2014 (domingo)
LOCAL: Estádio Major José Levy Sobrinho (Limeira/SP)
ÁRBITRO: Paulo Sergio dos Santos
ASSISTENTES: Marco Antonio de Andrade Motta Junior e Eduardo de Souza Neto.
CARTÕES AMARELOS: Ernando, Cleber Luis, Juninho Vermelho, Marcos Paulo e Carlinhos (Inter de Limeira); Anderson Marques, Ronaldo (Red Bull Brasil).
GOLS: Pablo Fernandes 29, Romário 33 e Tauan 45 do 1ª tempo; Tauan 15 do 2ª tempo.

INTER DE LIMEIRA: Nunes; Rodolfo (Marcos Paulo 23 do 2ª), Ernando, Murilo Henrique e Cléber Luís; Juninho Vermelho, Carlinho, Bruno Sá, Felipe Barreto e Pablo Fernandes (Cesinha 32 do 2ª); Tauan (Dodô 17 do 2ª). Técnico: Betão Alcantara.

RED BULL BRASIL: Juninho; Ronaldo (Wilson Júnior 17 do 2ª), Anderson Marques, Fabiano Eller e Romário; Andrade, Rafinha e Marcelo (Mauricio 31 do 2ª); Raul, Lucas Villela (Mayaro 17 do 2ª) e Lucas Michel. Técnico: Mauricio Barbieri.